Passar para o Conteúdo Principal

Cerveira apresenta verão ‘COOLtural’

Cartaz vimver 2018 1 980 2500
19 Junho 2018

13 semanas, 13 destaques, vários eventos e um constante frenesim nas ruas. Assim se antevê o verão 2018 na ‘Vila das Artes’, palco de uma habitual programação cultural de excelência para todas as idades. Concertos, certames artísticos e tradições prometem atrair o público para um roteiro culturalmente ‘cool’.

Comemoração é, por diversas razões, a palavra de ordem que se vai estender durante o verão. Além de muitos eventos, Vila Nova de Cerveira tem O evento: a Bienal Internacional de Arte de Cerveira que, este ano, assinala 40 anos de existência com a realização da XX edição, voltando a marcar o calendário nacional de eventos de 10 de agosto a 23 de setembro, sob o tema “Artes Plásticas Tradicionais e Artes Digitais – O Discurso da (Des)ordem”, e homenageando Cruzeiro Seixas, um dos máximos expoentes do surrealismo português.

Até ao final de junho, vive-se arte sem fronteiras, entre a escultura e a dança. Vila Nova de Cerveira e Tomiño estão a dinamizar o III Simpósio Internacional de Escultura do Rio Minho. Ao longo de 20 dias, seis escultores internacionais estão a dar forma a um projeto escultórico, cada um ornamentará um espaço público num dos dois concelhos geminados. A evolução dos trabalhos pode ser acompanhada diariamente no Espaço Fortaleza de Goian (Tomiño).

Entre 28 de junho e 1 de julho, movimento e boa disposição sobem ao palco da ‘Vila das Artes’, com o XIV DANCERVEIRA – Festival Internacional de Dança de Cerveira. Este ano, e como novidades, destaca-se a realização de uma Festa da Espuma, para além dos espetáculos ao ar livre e de formação através de workshops com profissionais.

O caráter intimista dos concertos de verão de Cerveira volta ao Auditório Municipal com reconhecidas vozes de artistas portugueses. Em julho, as ‘Noites de Fado’ propõem Maria Emília que convida Miguel Ramos para o seu espetáculo (21), e Ana Moura (28); e em agosto, o ‘Cerveira Acústica’ sugere Paulo Gonzo (dia 11) e Rita Redshoes (25).

A preservação das tradições também é parte importante neste programa, com as Festas Concelhias em Honra de S. Sebastião (1 a 5 de agosto), o Festival ‘O Mundo a Dançar’ traz a Cerveira a África do Sul, Bielorrússia, Colômbia e Buricia (2 de agosto), a Desfolhada Tradicional Minhota (8 de setembro) e as sempre bem-vindas sonoridades filarmónicas com o XIII Festival de Bandas de Música (23 de setembro).

Mas Cerveira sabe acolher eventos com outros eventos, resultando numa simbiose perfeita. As ruas do centro histórico de Cerveira vão estar ‘vestidas’ a preceito, com a arte secular d’ ‘Crochet Sai à Rua’. Os trabalhos estão no segredo das artesãs e dezenas de cerveirenses envolvidas no projeto, mas vão certamente surpreender e criar um roteiro imperdível, entre 13 de julho e 30 de setembro. Por sua vez, a viagem à época medieval também vai criar um cenário muito atrativo, com animação a condizer em mais uma Festa da História, subordinada ao tema ‘Rainha Santa Isabel, Rainha Peregrina Jacobeia’ (16 a 19 de agosto).

Perante estas e muitas outras sugestões que integram a agenda cultural para o próximo trimestre, o Município cerveirense deixa o convite para Vi(m)ver Cerveira!

CARTAZ VIMVER 2018