Passar para o Conteúdo Principal

Este verão não fique em casa, saia à rua para apreciar o crochet em Cerveira

Img 5321 1 980 2500
26 Julho 2018

Vila Nova de Cerveira volta a vestir-se de crochet e a surpreender pela criatividade e perfeição dos trabalhos. Oito encantadoras bonecas, um exuberante pavão, a fachada de uma casa particular totalmente forrada, e muito mais. Em cada canto e esquina, várias e coloridas surpresas de dimensões consideráveis. A 3ª edição d’ ‘O Crochet Sai à Rua’ está a decorrer até 30 de setembro, graças ao envolvimento da comunidade, comerciantes, Juntas de Freguesia e IPSS’s.

Mais um ano, e a ‘Vila das Artes’ integra o roteiro turístico nacional deste verão com um programa cultural de excelência. Da diversidade de sugestões, ‘O Crochet Sai à Rua’ é um dos eventos que atrai milhares de pessoas oriundas não só de várias regiões de Portugal, mas igualmente de outros países.

Centenas de pessoas envolvidas e de novelos de lã, vários meses a trabalhar. Ideias concretizadas em obras artísticas de crochet que dão o mote para a 3ª edição deste projeto comunitário. À semelhança dos anos anteriores, há trabalhos para todos os gostos e idades porque Cerveira e os Cerveirenses já nos habituaram a uma imaginação sem limites, corroborando o epíteto de ‘Vila das Artes’.

A dar o mote para partir à descoberta do crochet surge a fachada da Câmara Municipal que ostenta um elegante pavão de 3 metros num jardim em crochet. Percorrer as várias artérias do centro histórico torna-se uma aventura com trabalhos duplamente gigantes, na beleza e na dimensão, mas também muitos e atrativos pormenores em montras, varandas, jardins, edifícios públicos…

Há ruas totalmente ornamentadas em crochet com arcos festivos, com toldos de flores, a fachada de uma casa minuciosamente forrada a crochet e com peças e miniatura que não passam despercebidas a quem passa. A marcar o início e final de cada rua, eis que se vislumbram umas figuras enormes. São 7 bonecas e um ‘cavalheiro’ com cerca de 2,5 metros cada, totalmente vestidas em crochet pelas Juntas de Freguesia, ostentando vestidos de gala, trajes alto-minhotos, e até personagens conhecidas da Disney – a Mini e a Emília do Sítio do Picapau Amarelo. Mas há ainda borboletas, vasos, motas, bicicletas… uma inimaginável quantidade e qualidade de obras de arte em crochet que merecem ser visitadas.

‘O Crochet Sai à Rua’ um projeto de envolvimento comunitário iniciado em 2014, de periodicidade bienal, fruto de uma incansável dedicação da comunidade, dos comerciantes, Juntas de Freguesia e IPSS’s. A todos o nosso imenso obrigado.

Para residentes e visitantes, fica o convite para visitar Vila Nova de Cerveira, e descobrir a arte secular do crochet.