Passar para o Conteúdo Principal

Atletas seniores em preparação para as Olimpíadas Intergeracionais

Olimpiadas intergeracionais set 2018 1 980 2500
07 Agosto 2018

No âmbito do estudo “IN COMMON SPORTS”, liderado pelo Município de Vila Nova de Cerveira, cerca de 30 atletas seniores cerveirenses estão a realizar treinos semanais, com o objetivo de representarem o concelho na 4ª edição das Olimpíadas Intergeracionais – ‘Olympics4All’, que vai decorrer entre 26 e 28 de setembro em Arcos de Valdevez. Esta quarta-feira, há ‘treino amigável’ entre Cerveira-Tomiño e paredes de Coura, no Castelinho.

Mais um ano, cerca de 150 atletas com mais de 60 anos de idade, provenientes dos 10 concelhos do Alto Minho e do vizinho galego de Tomiño voltam a estar em forma para participar na iniciativa que já é uma referência europeia na promoção da prática desportiva junto da população sénior, as Olimpíadas Intergeracionais.

Para além das modalidades desportivas universais (Atletismo, Natação, Voleibol e Basquetebol) e dos jogos tradicionais (Pétanca, Malha, Boccia e Corda), esta 4ª edição conta com a introdução de duas novas competições em regime de demonstração, dando assim oportunidade aos atletas de experimentarem a boia polo e o rugby adaptado.

A significativa adesão dos atletas Cerveirenses e Tomiñenses nas sessões de treino semanais tem demonstrado que, de facto, a competição aliada ao convívio e ao desportivismo dos participantes, constitui uma motivação extra para a adoção de estilos de vida mais saudáveis e permanentes.

Corroborando esta ideia, está prevista para esta quarta-feira, 8 de agosto, a partir das 17h00, a realização de um treino e jogo amigável entre a equipa Cerveira-Tomiño e a comitiva representante de Paredes de Coura. Esta ação está agendada para o Parque de Lazer do Castelinho, prevendo-se a participação de cerca de 40 atletas seniores.

De sublinhar que o estudo científico que está a ser desenvolvido em cinco países - Portugal, Itália, Grécia, Hungria e Bulgária – ao abrigo do cofinanciamento pelo programa ERASMUS+, tem como principal objetivo analisar a competição como fator motivacional para a prática da atividade física de forma sistematizada na população sénior.