Passar para o Conteúdo Principal

Geminações

Vila Nova de Cerveira/Chagny-en-Bourgogne

Depois de alguns anos de contactos, o Município de Vila Nova de Cerveira geminou-se com Chagny-en-Bourgogne, em Junho de 1999, numa cerimónia realizada naquela cidade francesa e, sensivelmente um ano depois, com um ato simbólico em Vila Nova de Cerveira marcado pela plantação de um carvalho (chagny em francês) no Jardim de Chagny, em frente aos Paços do Concelho.

A ideia de estreitar os laços entre as duas localidades surgiu em 1997, numa deslocação de uma equipa de futebol de veteranos cerveirense a Chagny, descobrindo-se pontos comuns, como as cores dos dois municípios (verde e amarelo), a presença do rio na vida das comunidades, uma acentuada atividade cultural comum bem como a presença de cerveirenses nesta localidade.

A circunstância do vereador do desporto de Chagny, senhor Garnier, ser casado com uma cerveirense deu força à ideia e os contactos intensificaram-se para corporizar uma união fraterna que, nos últimos anos, tem possibilitado um incremento de relações desportivas e culturais entre as duas comunidades.

Amizade Cerveira-Tomiño

Os Municípios de Vila Nova de Cerveira e de Tomiño (Galiza), representados pelo Presidente Fernando Nogueira e a Alcaldesa Sandra Gonzalez assinaram, no dia 11 de junho de 2014, a Carta da Amizade, no âmbito das comemorações dos 10 anos da Ponte da Amizade.

A cerimónia revestiu-se com um caráter de uma verdadeira festa galaico-minhota, com sons e trajes tradicionais de ambos os lados da fronteira. Cerca de meio milhar de pessoas, cerveirenses e tomiñenses, fizeram parte das comemorações, concentrando-se no meio da travessia para assistir ao assinalar de um marco histórico.

O objetivo foi o de passar para o papel aquilo que já é consubstanciado na prática: preparar um futuro em comum através da concretização de projetos que proporcionem uma maior cooperação cultural, desportiva, urbanístico-ambiental entre os dois concelhos vizinhos.

A amizade entre os dois Concelhos visa um crescimento sustentável, inovador e inclusivo baseado na cooperação transfronteiriça, aproveitando sinergias resultantes da cooperação já existente entre ambas as margens do Rio Minho, da melhoria da posição competitiva deste espaço e da qualidade de vida dos seus habitantes.

Pretende-se também desenhar, segundo uma visão compartilhada, as estratégias de desenvolvimento e as ações e projetos concretos que possibilitem uma maior integração deste espaço transfronteiriço, a otimização da utilização dos recursos humanos, económicos, naturais e culturais, e do aproveitamento das suas potencialidades territoriais no marco da euro-região.

Portal da Amizade Cerveira-Tomiño