Passar para o Conteúdo Principal

Fim-de-semana de FITAVALE - Festival Itinerante de Teatro de Amadores do Vale do Minho

Comedias fitavale19 convite af 1 980 2500
2019/05/13

Durante o próximo fim-de-semana (de 17 a 19 de maio), os cinco grupos de teatro de amadores do Vale do Minho apresentam cinco espetáculos, resultante do trabalho desenvolvido ao longo do ano com os atores das Comédias do Minho. Na sua 9ª edição, o FITAVALE – Festival Itinerante de Teatro de Amadores do Vale do Minho envolve um circuito pelos cinco municípios, no qual cada grupo faz a sua estreia “fora de casa”. Vila Nova de Cerveira recebe ‘Os Simples’ de Melgaço e o ‘Outra Cena’ pisa o palco de Paredes de Coura.

O arranque da 9ª edição está agendado para a próxima sexta-feira, 17 de maio, no concelho de Melgaço, com a apresentação da peça de teatro “A Pata Selvagem”, pelo Grupo de Teatro de Amadores CTJV de Monção, na Casa da Cultura de Melgaço, às 21h00.

A ‘Vila das Artes’ recebe, no sábado à tarde, “Viúva, Porém Honesta”, numa interpretação do grupo de teatro de Melgaço ‘Os Simples’. Com uma habilidade genial para ironizar e satirizar os desvios comportamentais da sociedade, o dramaturgo brasileiro Nelson Rodrigues criou um teatro único e universal, apresentando personagens tão corruptas quanto carismáticas. “Viúva, Porém Honesta” é uma “farsa irresponsável” considerada uma das obras essenciais do autor. De acordo com o enredo: “Depois da morte do marido, Ivonete resolve tornar-se uma mulher “honesta”, mantendo-se fiel ao falecido. Uma das estranhas decisões da sua nova conduta é nunca mais se sentar. Muito reocupado, o pai da jovem convoca especialistas conceituados para solucionar o problema da filha: o psicanalista, o otorrino, a ex-cocote e até o diabo”. A peça sobe ao palco do Cineteatro de Cerveira, no sábado 18 de maio, às 15h30, com entrada livre.

No domingo, 19 de maio, é a vez do grupo de teatro amador de Vila Nova de Cerveira, o ‘Outra Cena’, interpretar “iRinocetonti”, na Caixa da Música em Paredes de Coura, com início às 15h00. Segundo a sinopse: “E se todos os habitantes apanhassem 'rinocerontite'? E se a 'rinocerontite' fosse uma doença contagiosa, propagada pelo ‘Totalitarismo + Carneirismo’? Ou será pelo ‘Conformismo + Político-Corretismo’? Ou pela Hipersensibilidade? Certamente que o espectador, não se revendo nestas categorias, já se sentirá imune à ‘rinocerontite’. Mas será, realmente? Que expressam essas suas rugas?... Ui! Não se enerve, que se lhe rebenta a veia, vai-lhe inchar o focinho todo. Ui! Talvez tenha ido longe demais... mas não corra atrás, pode ser um caminho sem retorno. Por falar em retorno, haverá antídoto à ‘rinocerontite’ ou não?”

O programa do 9º FITAVALE conta ainda com a peça de teatro “Menina Júlia”, protagonizada pelo Grupo de Verdoejo e que sobe ao palco do Cine Teatro João Verde, Monção, no sábado, às 21h30; e no domingo, “Cerejal”, pelo Grupo +TAC, às 19h00, no Auditório de Verdoejo, em Valença. Todos os espetáculos são de entrada livre.