Passar para o Conteúdo Principal

Orçamento participativo transfronteiriço vai dar voz aos jovens

Orcamento participativo banner   pt 1 980 2500
2022/11/29

Com o objetivo de integrar os jovens no processo participativo, a Eurocidade Cerveira-Tomino vai realizar um Orçamento Participativo Transfronteiriço (OPT) focado na juventude. A votação, dirigida aos jovens entre os 12 e os 25 anos, a residir ou a estudar em Vila Nova de Cerveira ou Tomiño, decorre entre 9 e 13 de dezembro e os projetos elegíveis já são conhecidos.

Cada jovem vai ter a oportunidade de votar no seu projeto preferido e os dois projetos mais votados serão financiados pelas Câmaras num valor conjunto de 20.000€. Os projetos elegíveis foram selecionados após dois encontros, realizados entre abril e junho, com o objetivo de integrar a juventude no processo de atualização da Agenda Estratégica da Eurocidade Cerveira-Tomiño 2030. Durante as sessões, que decorreram em Vila Nova de Cerveira e Tomiño, foram realizadas algumas dinâmicas de grupo que possibilitaram uma aproximação entre os jovens dos dois concelhos, permitindo a partilha e o reconhecimento de interesses e ideias comuns e a priorização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Assim, o projeto “Música Nova” terá como base workshops de educação para os valores através da música, ensaios de grupos musicais improvisados e miniconcertos e atuações de rua. Por seu lado, o projeto “Jogos Eurocidade” dinamizará diversas atividades desportivas baseadas em jogos tradicionais e/ou provas típicas dos jogos sem fronteira UE, adaptadas aos recursos e desportos mais atuais, como o paintball, slide, insufláveis, entre outros. À votação estão, também, dois projetos dedicados ao clima “Eurocidade pelo clima” e “Youth4Clima”. O primeiro terá como base workshops formativos em competências de comunicação (uso de redes sociais e comunicação audiovisual) e planificação de atividades, campanhas de sensibilização dirigida à população sénior e população ativa, campanhas e atividades de sensibilização em ambiente escolar, encontros/debates, ato de intercâmbio com campanhas internacionais contra as alterações climáticas. Já o segundo centrar-se-á em workshops de reutilização de resíduos quotidianos, workshops de utilização de recursos naturais locais na produção de produtos (exemplo sabonetes, detergentes, velas, etc.), ações de reflorestação margem ribeirinha (galeria ripícola), programa anual de limpeza das margens, articulados entre os dois concelhos e entre freguesias, ações de capacitação dos jovens sobre fauna ribeirinha (aves, mamíferos peixes e anfíbios) e flora autóctone e ribeirinha, intervenção artística em parceria com entidades culturais do território, exposição fotografia/vídeos (aves migratórias; flora), ervário individual, Ciência Cidadã e plataforma de georreferenciação de espécies invasoras.

Os projetos pretendem contribuir para o alcance das metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS), nomeadamente o ODS 3 (saúde de qualidade), o ODS 4 (educação de qualidade), o ODS 11 (água potável e saneamento), o ODS 13 (ação climática) e o ODS 15 (proteger a vida terrestre), com foco nas seguintes metas: “adaptação, redução de impacto e alerta precoce no que respeita às alterações climáticas”, “melhorar a educação, aumentar a consciencialização e a capacidade humana e institucional sobre medidas de mitigação, adaptação, redução de impacto e alerta precoce no que respeita às alterações climáticas”, “até 2030, reduzir num terço a mortalidade prematura por doenças não transmissíveis via prevenção e tratamento, e promover a saúde mental e o bem-estar” e “até 2030, implementar medidas para evitar a introdução e reduzir significativamente o impacto de espécies exóticas invasoras nos ecossistemas terrestres e aquáticos, e controlar ou erradicar as espécies prioritárias”.

O processo participativo vai decorrer nos estabelecimentos de ensino e online, em função das seguintes premissas: os jovens entre os 12 e os 18 anos, a estudar em Vila Nova de Cerveira ou Tomiño, vão votar nos estabelecimentos de ensino e os jovens com mais de 18 anos ou com idades compreendidas entre os 12 e os 25 anos, mas que não estão matriculados num estabelecimento de ensino de Vila Nova de Cerveira ou Tomiño, podem votar diretamente no site www.participacerveiratomino.eu.

Os dois municípios transfronteiriços continuam, assim, empenhados em adotar medidas em linha com o seu compromisso de partilhar cada vez mais serviços, projetos e iniciativas.