Passar para o Conteúdo Principal

Ministro da Educação e Presidente da Câmara Municipal formalizaram investimento de 1,4 ME para requalificar a Escola Básica e Secundária

Img 2968 1 980 2500
2019/06/17

O Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, e o Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, Fernando Nogueira, assinaram, na passada sexta-feira, 14 de junho, o Acordo de Colaboração para Requalificação e Modernização da Escola Básica e Secundária de Vila Nova de Cerveira – 2ª fase, num investimento de 1,4 ME. Projeto visa a construção de raiz de um Centro de Recursos e de um edifício de apoio ao ensino articulado, a ampliação do espaço de refeitório e a cobertura dos corredores de circulação e dos espaços de recreio, entre outras melhorias.

Para o autarca cerveirense, em causa está “um dia muito importante para Vila Nova de Cerveira e para a comunidade educativa. A assinatura deste acordo é o culminar de um processo considerado reivindicativo e que, felizmente, com a intervenção do Sr. Ministro foi corrigida uma injustiça que se arrastava desde 2013”. Fernando Nogueira assegurou que as obras previstas permitem uma “requalificação real e efetiva desta escola, melhorando significativamente a qualidade e as condições necessárias para a formação das crianças e jovens”.

Enaltecendo um país em progresso, mais coeso e mais qualificado, o Ministro da Educação manifestou-se satisfeito por “tirar as obras do papel, as verbas do excel e dar condições para que este serviço público de educação se possa cumprir (…) corrigindo uma situação com a qual havia compromisso para se concretizar”. Tiago Brandão Rodrigues elogiou todo o trabalho realizado em prol da educação, quer ao nível das infraestruturas quer ao nível do projeto pedagógico.

Recebido por um grupo de alunos que integram a Patrulha Ambiental do Agrupamento de Escolas de Vila Nova de Cerveira, o governante interagiu com estas crianças e jovens que, além de exporem as suas preocupações e enunciarem algumas das ações e iniciativas realizadas, tiveram a oportunidade de oferecer uma garrafa reutilizável ao Ministro da Educação, ao Presidente da Câmara Municipal e ao Diretor do Agrupamento de Escolas do concelho, sensibilizando para a importância de minimizar a distribuição de plásticos. Tiago Brandão Rodrigues não só elogiou esta “boa prática no interior da escola”, como desafiou o grupo a “difundir essa informação junto dos colegas e cativar mais ‘patrulheiros’”, assim como “replicar este exemplo no exterior”.

A deslocação do Ministro da Educação à Escola Básica e Secundária de Vila Nova de Cerveira consistiu numa visita guiada à 1ª fase das obras de requalificação e modernização da Escola Básica e Secundária de Vila Nova de Cerveira já concluídas, fruto de um investimento municipal de cerca de 400 mil euros (dos quais 108 mil euros do PDCT original). Esta intervenção incidiu sobre a remoção do revestimento da cobertura em fibrocimento do pavilhão gimnodesportivo, a reformulação dos balneários do campo de jogos, a construção da nova portaria na entrada sul, e a melhoria das condições de conforto térmico do edifício existente, através da implementação de um sistema de isolamento térmico pelo exterior.

A 2ª fase do projeto agora formalizada entre o Ministério da Educação e a Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira resulta da reprogramação do Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial (PDCT) Norte 2020 que permitiu consignar mais de 1,4ME (financiamento Feder 1,2ME) e visa a construção de raiz no edifício designado como centro de recursos - composto por biblioteca/auditório para capacidade para 119 lugares sentados; a construção de um edifício de apoio ao ensino articulado; a ampliação do espaço de refeitório; a cobertura dos corredores de circulação e dos espaços de recreio; o reforço das condições de segurança e de acessibilidades, bem como a adaptação à eficiência energética.

Com cerca de 600 alunos, o edifício da Escola Básica e Secundária de Vila Nova de Cerveira não sofre obras de requalificação desde a sua construção há 25 anos.