Passar para o Conteúdo Principal

Município de Vila Nova de Cerveira assina contrato de gestão do sistema de águas do Alto Minho

Contrato gestao alto minho 1 980 2500
2019/07/25

A assinatura do contrato de gestão do sistema de águas do Alto Minho entre o Estado e os sete do Alto Minho envolvidos decorreu na passada segunda-feira, na biblioteca de Viana do Castelo. Com um investimento 270 milhões de euros ao longo das próximas 3 décadas, prevê-se a melhoria da qualidade do serviço de abastecimento.

Na sessão marcou presença o ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Matos Fernandes, que referiu que dos 270 milhões de euros de investimento em abastecimento de água, previstos executar pela nova empresa nos próximos 30 anos, “90 milhões vão ser concretizados durante a próxima década”. Além de “aumentar e muito” o investimento, João Pedro Matos Fernandes sublinhou que a nova empresa vai permitir reduzir as perdas de água. “Hoje, nestes sete municípios há mais de 42% de água não faturada e, em 10 anos, queremos chegar aos 22%”, sustentou.

Segundo o Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, Fernando Nogueira: “Esta parceria vem garantir um abastecimento com a qualidade de serviço de acordo com os elevados padrões que os Cerveirenses necessitam e merecem, contribuindo para a melhoria da sustentabilidade ambiental”.

Segundo o conselho de administração da nova empresa, a Águas do Alto Minho emitirá faturas até novembro, mês em que abrirão novas lojas de atendimento, centros operacionais e um ‘call center’ de apoio aos munícipes dos sete concelhos que integram a nova empresa regional.

O presidente da Águas de Portugal, João Nuno Mendes, referiu ainda que a nova empresa “já formalizou 23 candidaturas a fundos comunitários”. “Estamos a falar de um investimento de 35 milhões de euros que é suscetível de ser apoiado por fundos comunitários”, disse, referindo que três candidaturas já foram aprovadas. A Águas do Alto Minho “irá praticar um tarifário único, que terá ainda de ser aprovado pela comissão de parceria composta por dois representantes do Estado, dois dos municípios e um presidente designado por comum acordo”, acrescentou.

De referir que a rede de abastecimento de água da nova empresa “tem 5.300 quilómetros de extensão, vai servir 204 mil habitantes e terá 100 mil clientes”.

A Águas do Alto Minho é uma empresa de gestão das redes de água em baixa e do saneamento, detida em 51% pela Águas de Portugal (AdP) e em 49% por sete municípios do distrito de Viana do Castelo (Arcos de Valdevez, Caminha, Paredes de Coura, Ponte de Lima, Valença, Viana do Castelo e Vila Nova de Cerveira), que compõem a Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho.

 

Créditos fotográficos: Revista Vale Mais