Passar para o Conteúdo Principal

Cerveira adere à Associação Portuguesa dos Municípios com Centro Histórico

Dji 0593 1 980 2500
2019/10/14

Dotado de um singular núcleo histórico que remonta ao século XIV, com a entrega da Carta de Foral de D. Dinis em 1321, constituído por relevantes elementos patrimoniais, entre os quais se destaca o Castelo de Cerveira, o Município de Vila Nova de Cerveira decidiu aceitar o convite para integrar a Associação Portuguesa dos Municípios com Centro Histórico. Objetivo é potenciar a defesa, valorização, revitalização e animação destes espaços.

A Associação Portuguesa dos Municípios com Centro Histórico (APMCH), fundada em 1988 em Lamego, onde tem a sua sede nacional, conta na atualidade com cerca de 95 municípios associadas, orientando a sua ação em prol da salvaguarda do património cultural dos centros históricos. Além de os considerar como zonas carecidas de proteção prioritária, como valores que são da maior importância nacional e de indiscutível interesse público e, principalmente, como fatores determinantes para o progresso e bem-estar das populações que deles desfrutam ou usufruem, esta entidade visa ainda desenvolver todos os esforços para a mais estreita colaboração, com as entidades estatais, públicas ou privadas, similares ou outras, nacionais ou estrangeiras com o mesmo propósito.

Sob proteção do Castelo D. Dinis surgiu, no século XIV, o pequeno burgo que corresponde hoje ao centro histórico, demarcando-se um novo paradigma na história dos cerveirenses e, sobretudo, da sua identidade. Aqui, a história e o património andam de mãos dadas, com diversos edifícios com influência de diferentes estilos arquitetónicos e épocas, que convidam a um roteiro histórico-patrimonial, mas também artístico-cultural.

O núcleo urbano histórico de Vila Nova de Cerveira é, portanto, enaltecido pela existência de uma harmonização entre o valioso legado e as marcas que alguns dos mais importantes episódios da história nacional deixaram, com as modernas intervenções urbanísticas e artísticas.

Entre as principais atividades dinamizadas por esta associação, é de salientar a divulgação de eventos que decorrem nos centros históricos em diferentes áreas temáticas, de candidaturas a património classificado e de seminários; a atribuição do Prémio de Arquitetura Alexandre Herculano (PNAAH) que visa em galardoar a qualidade da arquitetura e da construção, bem como a qualidade do restauro e da reabilitação, nos centros históricos; e a realização do Encontro Nacional de Municípios com Centro Histórico.

A adesão de Cerveira à Associação Portuguesa dos Municípios com Centro Histórico foi deliberada em reunião de Câmara, da passada sexta-feira, e vai ainda ser submetida para aprovação em sede da Assembleia Municipal.