Passar para o Conteúdo Principal

Município de Vila Nova de Cerveira representado na 24ª Feira Internacional de Macau

Visita macau e china 5 1 980 2500
2019/10/17

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, Fernando Nogueira, integra uma restrita comitiva do Norte de Portugal convidada a participar na Feira Internacional de Macau (MIF), que está a decorrer entre esta quinta-feira e sábado. Oportunidade é encarada como forma de estreitar relações entre Vila Nova de Cerveira e Macau, a nível económico e cultural, e de criar estratégias a partir das potencialidades destes dois territórios.

Organizada pelo Instituto de Promoção do Comércio e Investimento de Macau (IPIM), a Feira internacional de Macau, na sua 24ª edição, é já um dos mais relevantes eventos internacionais em Macau, tendo em conta o seu funcionamento enquanto plataforma de cooperação com o interior da China, nomeadamente a região do Delta do Rio das Pérolas, e promoção do comércio multilateral, com especial atenção para os Países de Língua Portuguesa (PLP).

A Associação dos Jovens Empresários Portugal China, grande promotora da participação portuguesa no certame, é novamente responsável pelo Pavilhão dos Países de Língua Portuguesa, disponibilizando um local central, com dimensão e visibilidade acrescida, para expor os produtos e serviços das entidades e empresas dos referidos PLP.

A convite da Associação de Turismo e Negócios Portugal-China, o presidente do Município de Vila Nova de Cerveira e da Fundação Bienal de Arte de Cerveira, Fernando Nogueira, numa delegação constituída também pelo presidente do Turismo Porto e Norte de Portugal, Luís Pedro Martins, dão a conhecer as diversas potencialidades da Região Norte, no geral, e dos concelhos presentes, em particular, neste importante evento realizado em Macau, abrindo portas para o enorme mercado que é a China.

Relembrando que “a relação entre Portugal e Macau possui mais de 450 anos de uma história partilhada, um legado histórico de abertura ao mundo e a diferentes culturas que deve ser preservada e ampliada”, o edil cerveirense manifesta-se convicto de que “esta visita representa mais um passo na estratégia de promoção de Vila Nova de Cerveira além-fronteiras e na atração de potenciais investidores para o concelho”.

“É uma grande honra para Vila Nova de Cerveira dar-se a conhecer na Feira Internacional de Macau, um mercado de grande importância mundial e com oportunidades de criação de sinergias a nível económico e cultural”, afirmou Fernando Nogueira.
Além da presença na Feira Internacional de Macau, o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira vai ainda visitar o Governo da Região Administrativa Especial de Macau e ter a possibilidade de reunir com a Direção dos Serviços de Turismo de Macau, o Conselho das Comunidades Portuguesas, Gabinete de Apoio ao Secretariado Permanente do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa e o Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau.

Desde a primeira edição da Feira Internacional de Macau, em 1996, o Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau tem-se empenhado em convidar os Países de Língua Portuguesa para participar neste evento. Em resposta ao convite, os Países Lusófonos têm atribuído grande apoio e o número de empresas lusófonas participantes tem vindo a aumentar de ano para ano.

Macau é hoje um dos destinos com maior crescimento turístico e económico em todo o Mundo. Em 2016, Macau recebeu perto de 31 milhões de visitantes, 15624 dos quais de Portugal, o que representa um aumento de 3% de visitantes portugueses em relação a 2015. A estratégia promocional de Macau assenta na divulgação do seu património histórico e no desenvolvimento da indústria do lazer e do turismo de negócios.

Memorando de Entendimento de cariz turístico com Guangzhou, 3ª maior cidade da China

Após uma presença de sucesso na 24ª Feira Internacional de Macau (MIF), cujos produtos/eventos promovidos despoletaram muita curiosidade e, acima de tudo, interesse em sinergias futuras, a comitiva do Norte de Portugal, na qual figura o Município de Vila Nova de Cerveira, participou, este domingo, na Conferência “Porto and North Portugal Tourism Environment”, seguindo-se a assinatura conjunta de um Memorando de Entendimento com a Guangzhou, 3ª maior cidade da China. Documento identifica pontos comuns e potencia projetos de promoção de turismo nas suas mais diversas vertentes, com destaque para o turismo de natureza.

Na qualidade de orador nesta conferência em Guangzhou, o presidente Fernando Nogueira deu a conhecer as potencialidades turísticas, culturais e de investimento no concelho de Vila Nova de Cerveira. Aos presentes, o edil cerveirense reiterou a importância de dar continuidade às relações diplomáticas entre Portugal e a República Popular da China, estabelecidas há 40 anos, com grande impacto no desenvolvimento das relações políticas, económicas e culturais entre ambos os países.

A visita a Guangzhou ficou ainda marcada pela celebração do primeiro aniversário do Consulado-Geral de Portugal em Guangzhou (Cantão). Encerrado desde 1966, a 26 de junho de 2018, Portugal inaugurou oficialmente um novo consulado-geral em Cantão, sendo José Pereira Coutinho o Cônsul-Geral. Esta é a terceira cidade na China a ter uma representação portuguesa, depois de Pequim e Xangai, com o objetivo de incentivar a aposta no futuro, no investimento português no exterior, no investimento chinês em Portugal, no desenvolvimento das relações políticas, económicas e culturais de Portugal com a China, em particular com o Sul da China, no estrito respeito pelas funções cometidas à Embaixada de Portugal em Pequim, ao Consulado-Geral em Macau e ao Consulado-Geral em Xangai.

Com quase 13 milhões de habitantes (dados de 2010), Guangzhou é uma grande cidade portuária a noroeste de Hong Kong, às margens do rio das Pérolas, figurando-se como um dos maiores centros industriais, administrativos e financeiros do país. A cidade ostenta uma arquitetura de vanguarda e, atualmente, é a sede da maior feira mundial de exportação e importação.

No último dia de visita, a comitiva do Norte de Portugal visitou ainda Huaiji, um condado da província ocidental de Guangdong, República Popular da China, com 930 mil habitantes.

  • 7dbe26d4-3767-4640-83fe-780203d93749
  • 8887102f-69f1-4ec1-9195-de8283ab91c4
  • IMG_1129
  • IMG_1161