Passar para o Conteúdo Principal

Câmara Municipal apresenta um reforçado e progressista Orçamento Municipal para 2020

Img 8713 1 980 2500
2019/10/31

Perante uma situação financeira estável e sustentável, o executivo municipal de Vila Nova de Cerveira encara o ano de 2020 com um reforço orçamental de cerca de 700 mil euros, em relação ao ano em curso. São 16,4 ME para a concretização de investimentos estruturais programados para o presente mandato autárquico, privilegiando as necessidades básicas dos Cerveirenses, além de garantir o normal funcionamento camarário.

Ano após ano, Vila Nova de Cerveira tem conseguido consolidar a sua posição entre os 308 municípios portugueses, fruto de um trabalho persistente e de compromisso para com os interesses e expetativas da sua população. Não obstante, e porque nenhum concelho pode viver fechado em si mesmo, a promoção turística externa - integrada na renovação do conceito do Europeísmo - também tem sido uma aposta perspicaz do atual executivo.

O edil cerveirense enaltece que “a persistência no equilíbrio financeiro”, baseado numa “estratégia de otimização de recursos” e numa “política de desenvolvimento do concelho”, tem surtido efeitos na gestão autárquica presente e futura. “Indubitavelmente, e porque estamos a governar há seis anos, há um percurso de continuidade de um projeto centrado nas pessoas e nas suas necessidades básicas, ao mesmo tempo que se potencia o território além-fronteiras”. Contudo, Fernando Nogueira assegura que “à consolidação e ao reforço dos objetivos municipais apresentados para 2020, também se pode acrescentar uma dose substancial de ambição”.

“Fruto de um trabalho firme e constante, conseguimos manter a política de baixa fiscalidade aplicada aos nossos munícipes há alguns anos; vimos aprovadas importantes candidaturas a fundos europeus que nos vão permitir resolver alguns problemas estruturais existentes, com especial incidência na rede de abastecimento de água; e na área da educação apontamos um aumento de cerca de 14% que, apesar de ser uma imposição da delegação de competências no Agrupamento de Escolas, é uma área de extrema prioridade e para a qual depositamos sempre especial atenção”.

Da listagem das Grandes Opções do Plano para 2020 depreende-se a preocupação transversal deste executivo para com as diferentes áreas de intervenção, com destaque para o Reforço da Rede de Água em baixa às Freguesias do Interior - Reservatório, Adução e Distribuição; a Implementação do Sistema de Águas Residuais Domésticas na Freguesia de Sopo; a Adaptação do Antigo Edifício dos Bombeiros para Edifício de Cultura e Inovação; a Beneficiação e conservação da Rede Viária Municipal; a Eficiência Energética - Iluminação Pública; a Ecovia “Caminho do Rio”; a Valorização da Produção Piscatória do Rio Minho; a Eficiência Energética nos Edifícios Públicos; o Parque Fronteiriço Castelinho – Fortaleza; a Beneficiação de Património Imobiliário Municipal; e a Reabilitação do Auditório Municipal.

De sublinhar que a progressão global dos Orçamentos Municipais de Vila Nova de Cerveira tem vindo a crescer a um ritmo significativo atingindo, entre 2017 e o próximo ano, um crescimento na ordem dos 30%.

Após aprovação, por maioria, em sede de reunião de câmara realizada esta quinta-feira, o documento do Orçamento e Grades Opções do Plano 2020 de Vila Nova de Cerveira vai ser remetido para apreciação e votação pela Assembleia Municipal, com sessão ordinária agendada para 13 de dezembro.