Passar para o Conteúdo Principal

Politécnico do Porto, Íris Inclusiva e ACAPO refletem sobre inclusão digital

Cartaz comtato 1 980 2500
2020/02/17

Esta quarta-feira, 19 de fevereiro, Vila Nova de Cerveira acolhe o “ComTato", um evento de intervenção social que procura sensibilizar a comunidade educativa e local para a problemática das deficiências, nomeadamente, auditiva e visual. Politécnico do Porto, Íris Inclusiva e ACAPO são as instituições convidadas a abordar a temática no presente e para o futuro, em palestra e workshops específicos.

Com organização da aluna Mariana Carvalho, do Curso Técnico de Comunicação e Serviço Digital da ETAP Cerveira, e apoio da Câmara Municipal, o objetivo desta ação tripartida é apresentar a inclusão digital como uma componente de acesso igualitário às Tecnologias de Informação e Comunicação para todos os cidadãos, apresentando-se como de enorme importância para o dia-a-dia das pessoas com deficiência.

O início dos trabalhos está marcado para as 09h30, desta quarta-feira, na Biblioteca Municipal de Vila Nova de Cerveira, com um workshop protagonizado pela Íris inclusiva, Associação de Cegos e Amblíopes, seguida de uma palestra com o Instituto Politécnico do Porto, que vai abordar o projeto Virtual Sign. Para o período da tarde decorrem, em simultâneo, dois workshops dinamizados pelo Instituto Politécnico do Porto, com a demonstração e utilização das ferramentas de tradução automática de Língua Gestual, e pela ACAPO - Associação de Cegos e Amblíopes de Portugal que vai abordar a origem e importância do braille na deficiência visual. Estas duas iniciativas decorrem nas instalações da ETAP, Unidade de Formação de Vila Nova de Cerveira.

Os interessados que pretendam obter mais informações ou assistir, devem entrar em contacto com a jovem estudante através da rede social facebook - ComTato, ou pelo instagram - @comtato.projeto 

#social#etap
Gabinete de Comunicação