Passar para o Conteúdo Principal

Companhia de Teatro das Comédias do Minho e Rádio Comédias reinventam-se em versão Teatro Radiofónico

Cdm noite de classico sound cloud af 1 980 2500
2020/05/06

As Comédias do Minho continuam a reformular a sua atividade, em adaptação a esta nova realidade.

Agora, estamos nas rádios locais do Vale do Minho.

Trabalhamos a partir da ideia de Clássico, nas suas várias dimensões e significados: desde os textos clássicos do teatro até aos clássicos das comédias e outras surpresas: Hoje é Dia de Clássico! … Ou melhor, os domingos são dias de clássico.

Os vários episódios podem ser ouvidos em direto na Rádio Vale do Minho e na Rádio Cultural de Cerveira, aos domingos às 18h30, e nos dias seguintes na plataforma digital da Rádio Comédias – A Imaginação Sem Fios, no Soundcloud, Spotify, Apple Podcasts e restantes plataformas de podcasts.

Quando o confinamento começou, também nós passámos do palco e do encontro físico com as pessoas para os ecrãs: Começámos com o espetáculo–filme ECO, em coprodução com o Teatro do Frio; E criámos o Caderno Destes Dias na nossa Rádio digital, com propostas que apelam à participação de todos – miúdos e graúdos.

SINOPSE
Hoje é dia de clássico!
– Dia de clássico da bola?
– Podia ser, mas não é!
– É sobre Carros?! Clássicos automóvel?!
– Também não.
– “Com um vestido preto, eu nunca me comprometo. É um clássico!”
– Também não é sobre moda!

É um clássico o avô Zé embebedar-se nas festas de aniversário e jurar a pés juntos que só bebeu água.
Também não é sobre os clássicos das nossas famílias.
Não é, mas podia ser sobre tudo isto.
É sobre textos clássicos, de teatro.

É, à semelhança dos clássicos da bola, dos carros, da moda, das famílias, ou outros, sobre aqueles textos que reconhecemos como os melhores, e por isso raros, como referências, como sendo intemporais, que não passam de moda, que nos continuam a comover e a falar connosco. É sobre “o passado presente” porque “os antigos continuam a ser novidade”. Este passado pode ser mais antigo ou recente. A idade importa pouco. Importa sim a inquietação e a emoção que continuam a provocar em nós. Porque os clássicos nos ajudam a criar “chaves interpretativas para lidar interiormente com a situação presente” e fornecem-nos “ferramentas narrativas para podermos contar, a nós próprios e uns aos outros, o que está a acontecer”.
Hoje é dia de clássico. De textos clássicos, de teatro, na rádio.
Venha connosco!

FICHA ARTÍSTICA

  • Direção e conceção: Equipa Artística das Comédias do Minho
  • Interpretação: Joana Magalhães, Luís Filipe Silva, Rui Mendonça, Tânia Almeida, Vasco Ferreira
  • Sonoplastia e Direção Técnica: Vasco Ferreira

RÁDIO COMÉDIAS
Na Rádio Comédias deixamo-nos levar pela imaginação sem fios. Assim mesmo, sem rede, sem filtros, sem fronteiras. A cada conversa procuramos o lugar da escuta, da fala e do pensamento. Tentamos perceber como “isto anda tudo ligado” e que linhas imaginárias nos levam a quem, onde e quando. Conversamos com criadores, cientistas e pensadores. Falamos de nós e do que andamos a fazer. Escutamos quem nos vê porque nos interessa o que pensam e sentem. E partilhamos tudo com todos, na esperança de que mais se juntem a esta emissão contínua.

A Rádio Comédias faz parte de uma nova área de ação das Comédias do Minho – Produção de conhecimento: linguagens poéticas e científicas.

#comédiasdominho#covid19#teatro
Gabinete de Comunicação Comédias do Minho