Passar para o Conteúdo Principal

Ovos de Salmão no Rio Gadanha

Ovos de salmao 1 980 2500
2020/04/20

No âmbito do projeto MigraMinho, em fevereiro de 2019 foram colocados ovos de salmão no rio Gadanha. A ação permitiu conhecer a variação de temperatura durante um ano, colocando um sensor que fez 17206 registos, obtendo-se uma temperatura média anual de 14,2 ºC, com um valor máximo de 19,4 ºC e um valor mínimo de 9,3 ºC.

O projeto MIGRA MIÑO – MINHO propõe como principal desafio melhorar a proteção e a gestão sustentável do espaço natural de fronteira que forma a sub-bacia internacional do rio Minho, incluindo os seus afluentes ou tributários, através de uma melhoria das condições do habitat fluvial e de medidas que melhorem o estado de conservação das populações de peixes migradores presentes no mesmo.

MIGRA MIÑO – MINHO visa melhorar a proteção e a conservação do habitat fluvial da sub-bacia do troço internacional do rio Minho, desde a barragem de Frieira (província de Ourense) até a sua desembocadura, com atuações de melhoria do estado de conservação dos leitos fluviais e das espécies de peixes migradores presentes no rio Minho e nos seus afluentes.

Além da componente ambiental, este projeto quer dar solução às demandas político-sociais de proteger e melhorar o estado natural do troço internacional do rio Minho, mediante a conservação de um dos elementos chave mais ameaçados, as espécies de peixes migradores. Isto contribuirá para a preservação e a valorização das atividades pesqueiras tradicionais, bem como ao desenvolvimento socioeconómico sustentável do território transfronteiriço, ao satisfazer as necessidades práticas das atividades comerciais como a pesca, o turismo ou o setor energético.

Gabinete de Comunicação