Passar para o Conteúdo Principal

Verão 2020: Cerveira aposta em programação cultural espontânea e itinerante

Verao movimento web 1 980 2500
2020/07/20

‘Cerveira – Verão em Movimento, ‘O Crochet Sai à Rua… em Cerveira’ e a ‘XXI Bienal Internacional de Arte de Cerveira’ são os três produtos readaptados com que Vila Nova de Cerveira se apresenta neste período de verão atípico devido à pandemia Covid-19. Todos os fins-de-semana, entre 18 de julho e 31 de agosto, estão previstos pequenos concertos ao ar livre e animação de rua, além da ornamentação única de espaços públicos e da realização da reconhecida bienal.

“Quem está habituado a usufruir de um verão de excelência em Vila Nova de Cerveira não vai ficar dececionado”. A garantia é dada pelo Presidente da Câmara Municipal que realça “uma mudança de paradigma e um esforço de adaptação para continuar a ter um Verão animado e com cultura, como é apanágio e tradição na ‘Vila das Artes’”. Fernando Nogueira enaltece a aposta em encontros de expressão cultural concretizados de forma “espontânea e itinerante”, evitando a criação de aglomerados populacionais. E acrescenta: “Temos um otimismo controlado e temos de ser realistas. Precisamos de ganhar confiança, trabalhar com todas as precauções necessárias, e esperar a reciprocidade de quem nos visita”.

Deixando de parte os grandes concertos afetos às ‘Noites de Fado’ e ao ‘Cerveira Acústica’, o ‘Cerveira – Verão em Movimento’, consiste num conjunto de 10 pequenos concertos dinamizados na sala de visitas do concelho, o Terreiro, com o objetivo de trazer artistas de todo o Alto Minho, com um duplo sentido: dar a conhecer o seu trabalho e, consequentemente, apoiar a cultura de proximidade.

Estes concertos estão agendados para as sextas-feiras e sábados às 22h00, a partir de 31 de julho até 29 de agosto, com Lean Cruz (31 de julho), Dario Rocha (1 de agosto), Paulo Baixinho (7 de agosto), Nuno Casais (8 de agosto), Tiago Garrinhas (14 de agosto), Intenso (15 de agosto), Eliseu Matos (21 de agosto), Eva Mina (22 de agosto), Serginho (28 de agosto) e Domingos Moça (29 de agosto). Dando cumprimento na íntegra das orientações da DGS e da legislação do Ministério da Saúde para os Espetáculos ao Ar Livre, o espaço será delimitado e a lotação restrita, havendo a possibilidade de estes momentos musicais serem usufruídos a partir das esplanadas envolventes.

O ‘Cerveira – Verão em Movimento’ conta ainda com animação de rua itinerante, com música e teatro, entre 18 de julho e 30 de agosto. Sem horário fixo ou programa definido, os visitantes podem circular pelas principais artérias do centro histórico e desfrutar de cultura protagonizada pela Velha Lamparina e coletividades do concelho, sem provocar concentração de massas.

Habituado a provocar surpresa com recurso à criatividade de pormenor, o concelho de Vila Nova de Cerveira volta a encantar com uma ornamentação única de espaços públicos e ruas do centro histórico. A edição 2020 d’ ‘O Crochet Sai à Rua’ propõe um hino à arte da música, através da criação de peças em tamanho real e de outras com dimensões entre os 3 e 6 metros. Há maestros e pianistas, há palcos recriados e instrumentos musicais, há todo um cenário itinerante para um passeio em ambiente familiar.

A abrilhantar esta programação cultural de Verão 2020 encontra-se a XXI Bienal Internacional de Arte de Cerveira, de 1 de agosto a 31 dezembro de 2020, sob o tema “Diversidade-Investigação. O Complexo Espaço da Comunicação pela Arte”. No total serão apresentadas mais de 350 obras de cerca de 370 artistas de 38 países que poderá conhecer, gratuitamente, ao vivo ou sem sair de casa, devido ao duplo formato: presencial e digital (com visita virtual).