Passar para o Conteúdo Principal

Comunicado: Surto Lar Maria Luísa - 20 janeiro

Comunicado 1 980 2500
2021/01/20

A situação do surto por Covid-19 que assola o Lar Maria Luísa da Santa Casa da Misericórdia de Vila Nova de Cerveira continua caótica, havendo a lamentar, à data do dia de hoje, mais um óbito, a cujos familiares endereçamos as mais sentidas condolências. Até ao momento, já faleceram cinco utentes na instituição, com idades compreendidas entre os 90 e os 97 anos.

Da totalidade dos 65 utentes infetados, mantêm-se três hospitalizados e quatro na instituição em estado crítico, com recurso a oxigénio.
Infelizmente, a estrutura técnica do Lar Maria Luísa colapsou, com todos os membros positivos.

A falta de recursos humanos, nomeadamente para prestar cuidados médicos, de enfermagem e de apoio geral, é o maior problema para fazer face à situação dramática que se vive. Neste momento, apenas se encontram ao serviço 10 colaboradores para assegurar, rotativamente, o serviço de 24h.

Após lançado o apelo de voluntariado, as respostas vão chegando, ainda que de forma muito lenta, dada a emergência sanitária:

  • Aguarda-se, ainda para o dia de hoje, o destacamento de um médico da Segurança Social distrital que possa fazer, in loco, a avaliação dos utentes, assim como o reforço de duas a três auxiliares de ação direta;
  • Solicitado apoio ao Centro de Emprego do Alto Minho – IEFP (Valença), a resposta foi imediata, disponibilizando-se para agilizar os processos de candidaturas às medidas de apoio existentes, nomeadamente através dos CEI e CEI+ (Contratos de Emprego e Inserção Profissional) e através do Programa MAREESS. Foi ainda destacada uma técnica para acompanhamento e monitorização dos processos de candidaturas;
  • A Câmara Municipal foi contactada, esta manhã, por um grupo de estudantes do Curso Superior de Enfermagem do Instituto Piaget de Vila Nova de Gaia, expressando vontade e disponibilidade para, a partir do fim-de-semana, fazer voluntariado;
  • Ao apelo transfronteiriço lançado pela Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira ao concelho vizinho galego de Tomiño, através da Eurocidade Cerveira-Tomiño, já houve algum feedback de esclarecimentos adicionais, mas ainda sem concretizações efetivas, bem como da parte do Serviço de Emprego da Xunta de Galicia (Tui);
  • Da parte dos trabalhadores da Câmara Municipal, também já há a registar dois voluntários;
  • A sociedade civil está igualmente a envolver-se com a difusão do apelo, estando já identificadas quatro pessoas para esta missão de voluntariado;
  • Aguarda-se a avaliação por parte da Saúde Pública e da ULSAM para a vontade e disponibilidade manifestada por alguns colaboradores assintomáticos para prestar apoio aos utentes, tendo em conta que a taxa de infeção no lar é de 100%;

A Câmara Municipal e a Santa Casa da Misericórdia reiteram o agradecimento a todos e a todas os que sem hesitar se disponibilizaram para apoiar.

Vila Nova de Cerveira, 20 de janeiro de 2021

#covid19
Gabinete de Comunicação