Passar para o Conteúdo Principal

Rui Teixeira designado Diretor do AECT Rio Minho

Instalacao diretor aect 1 1 980 2500
2021/11/04

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, Rui Teixeira, é o novo Diretor do Agrupamento Europeu de Cooperação Transfronteiriça (AECT) Rio Minho. O ato oficial de instalação do Conselho Coordenador, decorreu, esta quinta-feira, em Valença.

Após as eleições autárquicas de 26 de setembro, os autarcas dos 10 municípios que compõem a CIM Alto Minho consensualizaram a designação do edil cerveirense para Diretor do AECT Rio Minho e o Presidente da Câmara Municipal de Valença, José Manuel Carpinteira, para vogal do Conselho de Coordenação. Os representantes da Deputacion de Pontevedra mantem-se em vigor desde setembro de 2019, designadamente o Deputado da Cooperación Transfronteiriça, Uxío Benítez, na qualidade de vice-diretor, e o Alcalde de Tui, Enrique Caballero Gonzalez, como vogal do Conselho de Coordenação.

Na sua primeira intervenção como diretor do AECT Rio Minho, Rui Teixeira manifestou o "orgulho em assumir este cargo". Destacando a afirmação regional, nacional e europeia das eurocidades Cerveira-Tomiño, Valença-Tui e Monção-Salvaterra, Rui Teixeira abordou, ainda, a importância de "consolidar a ação do AECT Rio Minho a toda a região estratégica do Alto Minho e Galiza, potenciando a sua posição e da o exemplo a Portugal e Espanha, em prol da valorização do rio Minho e da região".

O AECT Rio Minho, com sede em Valença, foi criado em 2018 e abrange um total de 26 concelhos: 10 da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho e 16 concelhos galegos da província de Pontevedra com ligação ao rio Minho.
Os dois sócios principais do AECT são a CIM Alto Minho e a Deputación de Pontevedra, que aglutinam 10 municípios do Alto Minho, e 16 concelhos da Deputacion Pontevedra, abrangendo mais de três mil quilómetros quadrados de território e 375.995 habitantes.

A criação do AECT Rio Minho foi impulsionada pelas ações de Estratégia de Cooperação Inteligente Transfronteiriça no âmbito do projeto Smart Minho, cofinanciado pelo programa INTERREG VA POCTEP.