Passar para o Conteúdo Principal

Estudantes de Cerveira deram «um abraço à igualdade»

Img 8728 1 980 2500
2015/10/23

A Carrinha da Igualdade passou, esta sexta-feira, em Vila Nova de Cerveira para desafiar cerca de 200 alunos do concelho a trabalhar e vivenciar o conceito de igualdade. No final das atividades propostas, palavras como “aprendizagem”, “liberdade”, “direitos” ou “respeito” foram afixadas pelos jovens num placard contra a discriminação.

Esta manhã, a sala de aula para os jovens do 6º, 7º e 8º anos do Agrupamento de Escolas de Vila Nova de Cerveira e do Colégio de Campos foi transferida para o exterior. No sumário poderia escrever-se “Abraça a Igualdade” e à questão como definir a temática, já havia respostas: “Ser igual é ser livre, todos ter os mesmos direitos, sem pressões”, dizia uma aluna do 7ºano. Ao lado, a amiga quis igualmente expressar-se: “Todas as pessoas têm diferenças e temos de as saber respeitar”.

Foi desta forma que se começou a “Abrir Caminho para a Igualdade” em Vila Nova de Cerveira, numa iniciativa promovida pela FAJUVIC – Federação das Associações Juvenis de Viana do Castelo, com o apoio da FNAJ, do núcleo distrital do IPDJ e da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, com o objetivo de alertar os mais jovens para a desconstrução de estereótipos e de preconceitos sociais, o exercício de cidadania e a construção de uma cultura de paz e não-violência.

A 23 de outubro assinala-se o Dia para a Igualdade e, se a temática despertou interesse desde o início, a dinamização de jogos lúdico-pedagógicos e a realização de uma palestra em torno da igualdade no desporto proporcionaram um momento divertido e único, no âmbito da educação não formal. A acompanhar a iniciativa estiveram o presidente da Câmara Municipal e a Vereadora com o pelouro da Educação, Fernando Nogueira e Aurora Viães, que incentivaram os jovens a trabalhar a igualdade e o respeito em todo o posicionamento da vida. Associando o tema ao desporto, os responsáveis lançaram ainda o desafio para conhecerem e integrarem as várias coletividades existentes no concelho.

Estacionada no exterior do Cineteatro de Cerveira, a Carrinha da Igualdade permitiu o contacto com áreas do género, orientação sexual, origem étnica e racial, deficiência, religião ou crença através de mesas interativas, vídeos e outro material didático. No exterior, realizaram-se várias dinâmicas de grupo e jogos pedagógicos provocando um envolvimento ativo na resolução de alguns desafios colocados pela organização.

Ao final da manhã, o Auditório do Cineteatro acolheu uma conferência dedicada ao tema da “(Des)Igualdade e Cidadania no Desporto”, de forma a explicar como a atividade desportiva despoleta a comunicação de valores para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária. Baseado na partilha de experiências e de testemunhos, este encontro reuniu o executivo, os técnicos do IPDJ, a jovem atleta Joana Martins e o representante da Associação Desportiva e Cultural da Juventude Cerveira, Ernesto Costa. Todos foram unânimes na mensagem transmitida aos jovens: cabe a cada um fazer a diferença em prol da igualdade.

  • imagem
  • imagem
  • imagem
  • imagem