Passar para o Conteúdo Principal

Município e UM articulam estratégia para salvaguarda do património arqueológico e arquitetónico

Aro arqueologico 1 980 2500
2023/01/16

O elevado potencial de exploração científica e turístico-cultural dos recursos patrimoniais, especialmente evidenciados num notável conjunto de sítios arqueológicos, leva a Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira a formalizar um protocolo de colaboração com a Universidade do Minho (UM), com o intuito de delinear e concretizar o desenvolvimento científico e estudo, a salvaguarda e valorização do património do concelho cerveirense.

De acordo com o Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, Rui Teixeira, este protocolo resulta de “um desejo comum de implementar formas consolidadas de colaboração, que satisfizessem simultaneamente os interesses de investigação e ensino da UM e os interesses de proteção, conservação e valorização do património arqueológico e arquitetónico de Vila Nova de Cerveira, numa perspetiva de qualificação e promoção do desenvolvimento do concelho”. Rui Teixeira afirma que a opção pela Universidade do Minho assenta “na reconhecida capacidade científica e técnica na área da Arqueologia e do Património, sustentada por experiências em projetos de investigação, de valorização e de divulgação de sítios e monumentos arqueológicos e arquitetónicos e de paisagens fortificadas”.

Na prática, esta cooperação entre o Município de Vila Nova de Cerveira e a Universidade do Minho poderá assumir o intercâmbio de especialistas, incluindo docentes, investigadores e técnicos, tendo em vista o fomento de atividades de estudo, investigação e fornecimento de serviços; a realização de trabalhos arqueológicos e peritagens especializadas; e a colaboração na realização de estágios dos alunos da UM; além de outras realizações de interesse mútuo a acordar entre ambas as instituições.