Passar para o Conteúdo Principal

Especialistas europeus debatem o Turismo Sustentável em Cerveira

Especialistas europeus debatem o turismo sustent vel em cerveira 1 980 2500
2015/05/05

Vila Nova de Cerveira está a acolher, entre esta terça e quinta-feira, o 9º Encontro Europeu da Rede de Cartas de Turismo Sustentável, organizado pela CIM Alto Minho, em parceria com a Federação Europarc. O presidente da Câmara Municipal anfitriã presidiu, esta manhã, à sessão formal de abertura, enaltecendo “as excelentes condições do Alto Minho para um turismo de natureza sustentável cada vez mais intenso”.
Após a aprovação da nova estratégia para a Federação Europarc para o período de 2015-2020, quais são os desafios que a rede CETS tem de enfrentar para cumprir com os seus objetivos? Este encontro, a decorrer no Hotel Inatel Cerveira, constitui-se como uma oportunidade única para apresentar o seu trabalho enquanto turismo sustentável e proporcionar a troca de experiências entre os mais de uma centena de especialistas inscritos.
A abertura dos trabalhos contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, Fernando Nogueira; o presidente da Comunidade Intermunicipal do Alto Minho, José Maria Costa; o presidente da Federação EUROPARC, Ignace Schops; e o Secretário de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza, Miguel de Castro Neto.
Dando as boas-vindas aos presentes, o autarca cerveirense sublinhou a importância estratégica do turismo para o desenvolvimento, procurando disseminar os seus recursos endógenos com a finalidade de gerar mais-valias para a população residente, como também para ser um elemento potenciador da própria região enquanto destino de excelência para os turistas nacionais e estrangeiros.
Fernando Nogueira apresentou o Alto Minho como uma região que agrega rio e mar, montanhas, clima, entre outras variantes que potenciam o desenvolvimento turístico. “Particularmente, o concelho de Vila Nova de Cerveira foi bafejado por uma beleza natural ímpar, tendo o Rio Minho como um forte potenciador turístico. A natureza é, realmente, uma presença constante com rios e regatos que criaram em Vila Nova de Cerveira outras áreas de importante riqueza e beleza natural. Há ainda outros fatores que tornam a paisagem de Vila Nova de Cerveira verdadeiramente única”, assegurou.
Com um vasto e experiente painel de oradores, este encontro europeu vai abordar, entre esta terça e quinta-feira, no Hotel Inatel Cerveira, os novos fundamentos para a Carta: textos, modelos e procedimentos; o envolvimento das empresas de Turismo na Carta Parte II; o envolvimento ativo das agências de viagem na Carta Parte III; Monitorar a sustentabilidade dos planos de ação das CETS e das empresas turísticas CETS Parte II; Construir uma estratégia comum com outros galardões de destinos turísticos sustentáveis; Estratégias para promover a internacionalização da Carta.