Passar para o Conteúdo Principal

‘Conta-me Histórias’: Lúcia Moniz em Vila Nova de Cerveira para um registo intimista

 conta me hist rias   l cia moniz em vila nova de cerveira para um registo intimista 1 980 2500
2015/04/13

A atriz e cantora Lúcia Moniz traz a Vila Nova de Cerveira, no dia 24 de abril, beleza, boa disposição e muita música. Basta uma guitarra acústica e dois dedos de conversa para uma noite agradável a ‘Conta(r)-me Histórias’. Integrada na XXVI Feira do Livro, que vai decorrer entre 21 e 26 de abril, esta conversa-concerto inicia às 21h30, no Cine-Teatro de Cerveira, com entrada livre.
Lúcia Moniz precisa apenas de uma guitarra ou de um piano para se exprimir ao vivo. Numa organização da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira e do Sótão Paralelo, a atriz e cantora vai estar à conversa com os entrevistadores, Jorge Oliveira e Artur Silva, em Vila Nova de Cerveira, no próximo dia 24 de abril. 
O conceito do ‘Conta-me Histórias’ é uma sessão de conversa com os músicos sobre o processo de criação de canções, a importância que eles dão à Palavra, no fundo sobre a sua vida. Conversas simples sobre o seu quotidiano, regadas com boa disposição e irreverência q.b. Os músicos fazem-se acompanhar da guitarra, piano, intercalando a conversa, cantando seis a oito temas da sua autoria. 
O espaço em que decorre a conversa recria uma sala de estar, de forma a criar um ambiente de intimidade e partilha mais profundos. No final do espetáculo, o público tem a oportunidade de contactar com os artistas, através de autógrafos, fotografias ou pequenas conversas.
E há muito para falar e conhecer sobre o percurso artístico de Lúcia Moniz, que, com apenas 19 anos, venceu o Festival RTP da Canção de 1996 com o tema "O meu coração não tem cor". Lúcia Moniz é um dos rostos mais conhecidos da televisão. A atriz participa atualmente na série “Bem-Vindos a Beirais” na RTP1. Mantém ainda uma forte atividade no cinema, no teatro e no mundo dos livros. Lúcia Moniz lançou em 2013 o livro de fotografia, “Vou Tentar Falar Sem Dizer Nada”, e 4 anos antes fez a edição artística da obra “Taberna 2780”. 
Para além de ser uma das atrizes mais requisitadas em Portugal (já participou em mais de 20 séries televisivas e novelas), é também cantora e compositora. Em 2012 gravou um dueto “improvável” com João Só e a música “bateu”. Mas nem só de participações vive Lúcia Moniz. A cantora e atriz tem já 4 álbuns de originais editados. O 1º disco, “Magnólia” (1999), foi produzido por Tiago Bettencourt.
Esta conversa-concerto com Lúcia Moniz está agendada para dia 24 de abril, às 21h30, no Cine-Teatro de Cerveira, com entrada livre.