Passar para o Conteúdo Principal

Câmara Municipal propõe balcão único para Zona Industrial e Freguesia de Covas

C mara municipal prop e balc o  nico para zona industrial e freguesia de covas 1 980 2500
2015/03/31

Interessada em colaborar na implementação dos Espaços de Cidadão, tirando proveito das potencialidades das tecnologias de informação e comunicação que contribuam para uma melhor relação entre Administração Pública e cidadão, a Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira vai apresentar à AMA – Agência para a Modernização Administrativa -, proposta para criação de um Espaço de Cidadão na Zona Industrial e de um micro-balcão na Freguesia de Covas.
Depois de analisar e auscultar as melhores opções para a instalação destes balcões únicos de atendimento ao público, a autarquia cerveirense assinalou duas prioridades: a Zona Industrial pólo II, pela maior concentração de pessoas com interesses diversificados, e a freguesia de Covas, pela distância à sede da vila. A proposta vai ser apresentada pelo Município cerveirense à Agência para a Modernização Administrativa, de forma a poder ser celebrado um protocolo tripartido entre estas duas entidades e a Ceval, Confederação Empresarial do Alto Minho, e a Junta e Freguesia de Covas.
O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira explica que a instalação e o funcionamento destes espaços de cidadão podem trazer benefícios em termos de desburocratização e poupança de tempo útil aos munícipes cerveirenses, empresas instaladas e trabalhadores, constituindo um potencial desenvolvimento do concelho e permitindo a capacitação do cidadão a interagir digitalmente com a Administração Pública. Fernando Nogueira sublinha que este protocolo permitiria gerir sinergias e levar os serviços da administração pública para próximo dos cidadãos, prestando um melhor serviço.
A rede de espaços de cidadão é coordenada pela AMA e visa a modernização e a simplificação administrativa, constituindo uma iniciativa inovadora de atendimento em balcão único, enquadrada no programa Aproximar, facilitadora da relação com a Administração Pública e visando uma oferta de atendimento complementar aos serviços públicos existentes.