Passar para o Conteúdo Principal

Dia do Município marcado por homenagem especial ao poder autárquico local

Img 2551 1 980 2500
2019/10/02

Vila Nova de Cerveira assinalou, esta terça-feira, 1 de outubro, o Dia do Município, reconhecendo publicamente os 77 Presidentes de Junta de Freguesia eleitos entre 1976 e 2017. Durante a sessão solene de entrega de medalhas, o Município cerveirense distinguiu ainda 24 personalidades e entidades ligadas à Igreja, Ação Social, Cultura, Desporto e Indústria. Em 2021 assinalam-se os 700 anos da fundação de Cerveira, e o executivo está já a prepara um programa digno para enaltecer a efeméride.

Tradicionalmente, em Vila Nova de Cerveira, o dia 1 de outubro, feriado municipal, é “um dia de reconhecimentos” a Cerveirenses que, nas mais distintas áreas, têm contribuído para o desenvolvimento do concelho e a elevação do nome de Cerveira além-fronteiras.

Este ano, as comemorações enfatizaram “a dedicação e a entrega de homens e mulheres que abraçaram a causa pública prestando um serviço público local de qualidade”. O presidente da Câmara Municipal, Fernando Nogueira, sublinhou que “na pessoa dos senhores presidentes de junta, o poder autárquico local representa o primeiro nível do estado democrático que vivemos desde o 25 de Abril, pautado por uma atuação genuína e de proximidade às populações”.

Assim, no hall de entrada da Câmara Municipal foi descerrada uma placa de homenagem a todos os presidentes de junta de freguesia e membros da Assembleia Municipal, eleitos entre o período de 1976 e 2017; e durante a sessão solene de Imposição de medalhas Municipais, os 77 presidentes de junta de freguesia foram ainda distinguidos, individualmente, com a Medalha de Mérito Municipal – Grau Ouro.

O ato de homenagem, que decorreu no Cineteatro de Cerveira, reconheceu ainda publicamente com a Medalha de Mérito Municipal – Grau Ouro, o Padre José Abílio pelos 50 anos de empenho a causas sociais; os empresários Iñigo Ezpeleta, da empresa Ezpeleta, e Mário Jorge Silva, da Tintex; e o Grupo de Cavaquinhos de Lovelhe. Na mesma categoria, Grau Prata, foi homenageado o Centro Social e Paroquial de Reboreda, a Associação Projeto – Núcleo de Desenvolvimento Cultural e a Academia de Música Fernandes Fão. A Medalha Municipal de Serviço Público foi concedida a três colaboradores municipais, e a Medalha de Mérito e Dedicação a três bombeiros voluntários com 25 ou 15 anos de serviço efetivo. Foram ainda atribuídas Menções Honrosas a 10 atletas cerveirenses pelos resultados meritórios alcançados em diversas modalidades, e uma Menção Honrosa ao Clube Desportivo de Cerveira pela conquista do triplete na época desportiva 2018/2019.

Além da grande adesão da população cerveirense, o programa das comemorações do Dia do Município contou ainda com a participação do Coral Polifónico de Vila Nova de Cerveira que, durante o Hastear das Bandeiras, em frente ao edifício da Câmara Municipal, entoou o Hino Nacional e o Hino de Cerveira; o ato de formatura do corpo de Bombeiros Voluntários de Vila Nova de Cerveira e de um grupo de jovens da formação dos ‘soldados da paz’ cerveirenses; a performance ‘Cervo Rei’, com música do Grupo Contraponto e performance interpretada por duas bailarinas da ADEIXA – Associação de Dança do Eixo Ibero Atlântico; e ainda um concerto dos Artmusic Ensemble”, no Solar dos Castros.

Em 2021, Vila Nova de Cerveira assinalará os 700 anos da sua fundação concedida pelo rei D. Dinis através do Foral, pelo que, segundo o autarca local, a Câmara Municipal já está a idealizar uma programação especial e alargada que envolva os Cerveirenses “numa efeméride que nos deve encher de orgulho e ser devidamente honrada”.