Passar para o Conteúdo Principal

Cerveira e Goián recordam “a Toma da Barca”, 271 anos depois

Cerveira e goi n recordam  a toma da barca   271 anos depois 1 980 2500
2015/03/02

O Centro Goianés, em Goián, acolhe, esta terça-feira, um encontro entre tomiñeses e cerveirenses para recordar a toma da antiga vila d’ A Barca pelo exército português, precisamente a 03 de março de 1644, durante a Guerra da Restauração Portuguesa. Autarcas dos dois concelhos vão acompanhar ato público com início marcado para as 20h00.
Integrada no projeto transfronteiriço Amizade Cerveira-Tomiño, esta atividade surgiu com a organização, entre novembro e dezembro de 2014, de quatro Focus Group com o intuito de abordar temas comuns da atualidade entre os dois concelhos vizinhos.
No evento participarão a alcaldesa de Tomiño, Sandra González, e o presidente da Câmara de Vila Nova de Cerveira, Fernando Nogueira, que irão falar dos laços de amizade que unem estes dois povos apenas separados pelo rio Minho, nomeadamente projetos e iniciativas com o intuito de reforçar essa relação no presente e futuro.
Durante o encontro, Manuel Villa Troncoso e Diamantino Vale Costa relatarão este acontecimento histórico ocorrido precisamente numa terça-feira, 03 de março de 1644. Ação militar integrada na Guerra da Restauração Portuguesa e que resultou em 40 anos de confrontos entre os dois países, teve especial repercussão na raia minhota como o demonstram a existência de inúmeros fortes ao longo do troço internacional do rio Minho.
O ato será público e decorre no Centro Goianés às 20h00.