Passar para o Conteúdo Principal

Novos serviços da Piscina Municipal apresentados aos vizinhos galegos

Img 8911 1 980 2500
2015/11/05

Após a inauguração das obras de requalificação e com a entrada em pleno funcionamento agendada para a próxima segunda-feira, a Piscina Municipal de Vila Nova de Cerveira foi dar-se a conhecer a um dos seus públicos-alvo, os galegos. Na conferência de imprensa, que decorreu esta manhã em Tomiño, foram apresentadas as renovadas instalações, a ampliação de horários e o estudo para a implementação de um transporte público Cerveira-Tomiño fomentando a partilha de equipamentos.

Nos últimos dias, a reabertura da Piscina Municipal tem suscitado uma enorme adesão, quer de portugueses quer de galegos. Se antes do encerramento para obras estavam registados 1600 utentes - a grande maioria oriunda do outro lado da fronteira -, neste momento, os técnicos daquele complexo estão a proceder à reconfirmação dos inscritos e à aceitação de novas inscrições, estando já validados cerca de 1000. A expetativa é a de atingir os 2000 utilizadores a curto prazo.

Para alcançar esse número, e no âmbito da Carta da Amizade, os Concelhos de Cerveira e Tomiño, estão a concertar uma promoção conjunta e a implementação de alguns serviços que contribuam para uma melhor frequência daquele equipamento. Além de toda a empreitada de beneficiação interna e externa do edifício, valorizando os conceitos de eficiência energética e acessibilidade para todos, há a realçar o alargamento dos horários e a possibilidade de avançar com um transporte público duas vezes por semana de Tomiño para Cerveira. Esta ideia está ainda a ser estudada, de forma a cumprir todos os requisitos legais próprios de uma zona de fronteira.

Na conferência de imprensa, os dois autarcas foram unânimes ao defender uma política de oposição à duplicação de equipamentos. A alcadesa de Tomiño realçou que a Piscina Municipal de Vila Nova de Cerveira tem “uma vocação claramente transfronteiriça, sendo também a Piscina de todos os tomiñenses”. Sandra Gonzalez foi peremptória ao afirmar que seria um erro dispor de um complexo idêntico em Tomiño, pois não só implicaria custos excessivos para o concelho, como arruinaria a Piscina de Cerveira”.

Depois de apresentar as principais alterações na Piscina Municipal, o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira reforçou a ideia de que “a partilha de equipamentos públicos é um dos grandes desígnios da cooperação transfronteiriça e, neste capítulo, “Cerveira-Tomiño tem muito trabalho realizado e outro a fazer, de forma a tornar esta relação mais eficaz e profícua no futuro”. Fernando Nogueira sublinhou que a Piscina Municipal não é caso isolado, lembrando que há outros espaços com a mesma dinâmica, nomeadamente a escola de música de Tomiño para frequência de cerveirenses, ou a complementaridade proporcionada pelo Parque Castelinho-Fortaleza”.

Dado o grande número de interessados, as inscrições para a Piscina Municipal estão a decorrer, no mês de novembro, apenas durante o período da manhã, no próprio edifício. Os tomiñenses interessados também poderão efetuar o seu registo dirigindo-se ao Concello de Tomiño.