Passar para o Conteúdo Principal

Estufas recuperadas e ampliadas em prol da jardinagem sustentável

Mm 1 980 2500
2015/11/06

Com uma forte dinâmica dos espaços verdes e valorização dos colaboradores afetos à área, a Câmara de Vila Nova de Cerveira acaba de revitalizar e ampliar as estufas municipais inutilizadas há vários anos. A primeira produção de 8 mil plantas começa a embelezar os jardins do concelho a partir da próxima semana.

Sob o preceito de ter uma vila sempre limpa e florida para bem receber residentes e visitantes, a autarquia cerveirense acaba de implementar uma iniciativa que visa a sustentabilidade do setor da jardinagem.

O objetivo é a reprodução de flores utilizando a mão-de-obra disponível nos dias em que as condições atmosféricas não permitem trabalhos exteriores, de forma diminuindo.se os custos associados e cumprindo-se também a responsabilidade em torno da sensibilização ambiental.

As estufas municipais, localizadas na Quinta do Forte de Lovelhe, encontravam-se há já alguns anos sem qualquer atividade, pelo que o atual executivo procedeu à ampliação e remodelação total do espaço, dotando-o das condições necessárias com destaque para o novo sistema de rega.

Adquiridas no mercado numa fase muito embrionária e a um preço reduzido, cabe aos colaboradores dos Serviços Municipais de Jardins o envasamento e engorda das plantas para serem aplicadas nos espaços exteriores. Neste momento, existem 8 mil flores, entre amores-perfeitos, prímulas e outras que já se podem considerar «filhas» desta estufa.

As primeiras flores criadas naquele espaço vão ser plantadas nos vários jardins a partir da próxima semana.